segunda-feira, outubro 29, 2007

Pequenos momentos de realização profissional



Outro sonho cumprido: estive a poucos metros de um avião da Luftwaffe, esse grande mito da aviação!

Ambições profissionais




Se não fossem os incêndios na Califórnia amanhã iria conhecer Arnold Schwarzenegger, que se iria deslocar a Lisboa para uma Conferência sobre carbono.

Porque será que a Presidência não faz, também, uma mega conferência sobre o Darfur e convida o meu George Clooney. Ou então sobre aproveitamentos energéticos amigos do ambiente que o George, além da sua forte preocupação social, nos últimos tempos, em parte influenciado por mim, confesso, também se tem dedicado à causa ambiental?

E nesse caso, eu seria, nada mais, nada menos que a sua OFICIAL DE LIGAÇÃO (liaison officer) perfeita!!!!!

domingo, outubro 28, 2007

Eu hoje acordei aqui


Grand Hotel Europe, St. Petersburg, Russia


A ouvir Tchaikovsky (o quebra-nozes, acho que combina divinamente com o cenário circundante) e a viver dentro de um conto de fadas imperial situado algures no início do século XX.

sábado, outubro 27, 2007

Ainda o Banquete


Fotografia oficial de Sua Alteza Imperial a Czarina Beatriz, a Magnífica, da Rússia.

Banquete Oficial em homenagem a Sua Alteza Imperial, Beatriz a Magnífica, da Rússia


Sua Alteza Imperial a Princesa Beatriz, a Magnífica, da Rússia acompanhada por Sua Alteza Imperial o Príncipe Ademar, o Bravo, da Prússia, ao jantar.



Sua Alteza Imperial a Princesa Beatriz, a Magnífica, da Rússia.



Sua Alteza Imperial a Princesa Beatriz, a Magnífica, da Rússia com Sua Eminência Reverendíssima Cardeal Giuseppe Borgia.



Sua Alteza Imperial a Princesa Beatriz, a Magnífica, da Rússia acompanhada por Sua Alteza o Príncipe Afonso, o Grande, da Borgonha.



Sua Alteza Imperial a Princesa Beatriz, a Magnífica, da Rússia acompanhada por Sua Alteza Imperial o Príncipe Ademar, o Bravo, da Prússia.

sexta-feira, outubro 26, 2007

Mais "gays", não!*



Já sabíamos que há bonecos animados gays (como o Winky Tinky), já nos tinham destruído o mito dos cowboys homens de barba rija (Brokeback Mountain) e tinham dado maneirismos mais do que peculiares aos piratas (Pirates of the Carabbean e Stardust). Também já fomos elucidados sobre a existência de uma equipa de Rugby gay e assistimos, ainda, a políticos, actores, jogadores de futebol e militares, a "sairem do armário".

Mas isto agora é de mais. Dumbledore gay??? Mas porquê? O Professor Dumbledore é um mito, um Deus no Universo Harry Potteriano, não pode ser gay. Não pode! Que fosse o Snape (que nunca nos enganou...) ou até mesmo o Lord Voldemor (que ficava lindo de vestidos e plumas!), nem me importava muito. De entre tanta gente que faz parte de Hogwarts, um só gay não era grave. Mas o Dumbledore é que não!!!!!!!!!



__________________________
* Este post não é homofóbico. É apenas pró-Dumbledore, como o conhecemos!

Pensamento do dia

«I like my money right where I can see it... hanging in my closet»


Apetece-me ir às compras...

Cultura à sexta


Foi ontem inaugurada, pelo Presidente da Federação Russa, Vladimir Putin, a exposição "Arte e Cultura do Império Russo nas Colecções do Hermitage - de Pedro, o Grande, a Nicolau II", no Palácio Nacional da Ajuda. Esta exposição, de várias obras do Museu Hermitage de S. Petersburgo, estará em exibição em Lisboa até Fevereiro e é a concretização de uma parceria cultural entre Portugal e a Rússia que se pretende que culmine na criação, em Lisboa, de um "pólo" do Museu Hermitage, em 2010, à semelhança do que já acontece em Londres, Amsterdão e Las Vegas.

O Hermitage de S. Petersburgo, foi fundado em 1764 quando a Czarina Catarina, a Grande, adquiriu uma vasta colecção de obras de pintores flamengos tendo-a instalado no Palácio de Inverno, residência oficial dos Czares.

Tendo sofrido constantes renovações e novas aquisições, o Museu Hermitage de S. Petersburg ocupa hoje 6 edifícios contiguos, nas margens do Rio Neva, sendo o maior Museu do mundo, tendo no seu acervo mais de 3 milhões de obras de arte, entre pintura (onde pontuam obras de artistas como Michelangelo, Leonardo da Vinci, Rubens, van Dyck, Rembrandt, Poussin, Claude Lorrain, Canaletto, Canova, Rodin, Monet, Renoir, Cézanne, van Gogh, Gauguin, Picasso e Matisse), escultura, joalharia, vestuário, porcelanas Lomonosov e uma fabulosa colecção de joalharia Fabergé. Acresce uma vastíssima colecção de 'regalia' Imperial onde encontramos algumas jóias da corte Imperial Russa.

A título de curiosidade, alguém que quisesse visitar as 1057 salas que compõem o museu, perdendo apenas 1 minuto em cada obra, levaria 11 anos para visitar todo o Hermitage. De igual modo, as salas dedicadas aos pintores do Renascimento Flamengo (nomeadamente Rembrant, van Dyck e Rubens) possuem mais obras expostas que o Rijksmuseum, de Amsterdão. Estas curiosidades dizem, de facto, alguma coisa sobre o acervo do Hermitage e sobre a sua importância no panorama cultural europeu!

Garanto, tendo já visitado, que a exposição desde ontem patente na Galeria D. Luís, no Palácio Nacional da Ajuda, merece, sem duvida, uma visita e fica o desafio, durante a noite de hoje, das 21 às 24 horas, a entrada será gratuita!

quinta-feira, outubro 25, 2007

My first State Ball

Pensamento do dia...

[Children:]
So long, farewell, au revoir, auf wiedersehen
[Liesl:]
I'd like to stay and taste my first champagne

«Menina do Mira Rio»

É quando vejo estes rankings que penso que, na verdade, a Educação tem imensa importância e andar num colégio que é, durante anos consecutivos, o melhor de Portugal, deixa uma marca de 'excelência' dificil de apagar.


E agora não me venham cá dizer que sou convencida... as estatísticas falam por si!!!!!

quarta-feira, outubro 24, 2007

Beatriz, Czarina




Sempre tive um enorme fascínio pela Rússia, esse imenso país Imperial, não sei se por força de Leon Tolstói, Boris Pasternak ou de Fiódor Dostoiévski e de romances como Anna Karenina ou Doctor Zhivago, se pela História, marcada pela tragédia, deste grande Estado, se pelo mito romântico da Princesa Anastasia, se pelas histórias de espiões, de guerra e de amor da Guerra Fria (from Russia with love), se pela cultura única e fabulosa, cheia de escritores, músicos, bailarinos e pintores que nos elevam com a sua arte.
A verdade é que a Rússia é, sem dúvida um destino que há muito faz parte da minha lista de países a visitar (e adorava atravessar no famosíssimo Trans-siberiano o continente europeu até ao extremo da ásia, em Vladivostok!) e agora, via Presidência da UE, tenho oportunidade de acompanhar a Cimeira UE/Rússia, na qual entre outras coisas politicamente muito relevantes, vai ser aberta ao público, amanhã, pelo Presidente da Federação Russa, Vladimir Putin, a exposição "Arte e Cultura do Império Russo nas Colecções do Hermitage - de Pedro, o Grande, a Nicolau II", que estará patente no Palácio da Ajuda, até Fevereiro de 2008 (mais pormenores esta sexta, na rúbrica habitual de cultura!).
Por isso, nos próximos dias, estarei com a Rússia!

Parabéns Inês e João!




Nasceu hoje, pela madrugada, o João Maria, filho do João e da minha 'mana morena', amiga de tantas aventuras e tantos momentos, de brincadeira, trabalho, amizade, dramas existênciais, "xitex's com pólens", viagens, enfim, tanta coisa! E eis-me a pensar que conheço a Inês antes do João Sénior e agora já há um Joãozinho Júnior a provar que a vida não pára, mesmo, e que nós crescemos, criamos laços, constituimos família, e de repente ouço o João (pai) a falar-me na 'tia Bi', coisa que juro que não estava preparada para ouvir!

Parabéns aos dois (e já agora ao Baby) pelo exemplo que representam, pelos grandes, grandes amigos que são e pelos excelentes pais que acredito que vão ser!

Guilty Pleasures


Azul, David Bustamante

Azul y es que este amor es azul como el mar azul
como de tu mirada nació mi ilusión
azul como una lágrima cuando hay perdón
tan puro y tan azul que me ahogó el corazón

Y es que este amor es azul como el mar azul
como el azul del cielo nació entre los dos
azul como el lucero de nuestra pasión
un manantial azul que me llena de amor

segunda-feira, outubro 22, 2007

Na Cimeira Informal de Lisboa



Beatrice posa para os muitos fotografos acreditados, quando ainda não havia Tratado...

Eu hoje acordei aqui


Penafiel Park Hotel & Spa, Penafiel

Em mais uma excelente edição das Universidades JP, com o tema «O que é a política». Durante 3 dias, aprendemos mais e dissertamos sobre vários temas, como o papel dos jovens (e das Juventudes Partidárias) na Política, os regimes e sistemas políticos, as bases do pensamento político, a relação entre a política e a religião e as estratégias de comunicação e o discurso político. 3 dias intensos de trabalho e de aprendizagem, sabiamente pautados por momentos de puro convívio descontraído e informal, numa fabulosa síntese de participação política de altíssimo nível e diversão, que a JP sempre tão bem soube fazer!

sexta-feira, outubro 19, 2007

Cultura à sexta



Começa hoje a 21.ª Edição do Portugal Fashion, a par com a ModaLisboa o maior evento de moda em Portugal. Este ano o Portugal Fashion abandonou a cidade do Porto e instalou-se, de armas e bagagens, em Gaia, numa tenda de 1200 m2, com capacidade para 1000 pessoas (lugares sentados), exactamente a mesma estrutura que foi usada na última edição da Passarella Cibelles, em Madrid. Esta parceria com a Câmara Municipal de Gaia irá manter-se, pelo menos, até 2010, naquela que segundo os organizadores representa uma parceria muito positiva com um forte parceiro institucional.

Ao longo dos 3 dias do Portugal Fashion serão apresentadas 34 colecções Primavera/Verão, desenhadas por 12 criadores consagrados, cinco novos designers e 16 marcas. Um evento a não perder!


PROGRAMA

SEXTA, 19 DE OUTUBRO
21h30 - Felipe Oliveira Baptista
22h30 - Tenente Jeans
23h30 - Miguel Vieira

SÁBADO, 20 DE OUTUBRO
16h30 - Jovens Criadores (Andreia Lobato, Celsus, Diogo Miranda, Odete Barreiro by Celtic, Tany Calapez)
18h00 - Anabela Baldaque
19h00 - Luís Onofre
20h00 - XIK - Katty Xiomara Íntimo
22h00 - Indústria (Acetato by Filomena Machado e Carlos Paulino; Concreto by Helder Baptista; Celtic Jeans; Hermar by Sofia de Almeida; Id Values; Paula Borges by Lúcia Borges; Gangsters by Eduardo Cabral; X & Y Couture by Luís T)
23h00 - Fátima Lopes - Mulher

DOMINGO, 21 DE OUTUBRO
15h30 - Rita Bonaparte
16h30 - Marco Mesquita
17h30 - Fátima Lopes - Homem
18h30 - Pedro Pedro
19h30 - Colectivo de Calçado (Aerosoles, Cohibas, Coxx, Dkode, Eject, Fly London, José Reis Design, Sílvia Rebatto)
21h30 - Storytailors Narke
22h30 - Jotex by Luís Buchinho

Impressoes sobre o Conselho Europeu V




Nicolas Sarkozy, diga-se o que se disser, e um verdadeiro lider e basta ve-lo para percebermos isso. Tem um magnetismo pessoal que nao deixa ninguem indiferente e que faz com que, numa sala cheia de gente, nao deixemos de reparar nele. Qualidade rara esta, mas que Sarkozy aproveita com mestria exemplar!

(Ja agora, a titulo de informacao adicional, parece que o senhor esta solteiro!)

Impressoes sobre o Conselho Europeu IV

Estou cada vez mais rendida aos Suecos. E optimo trabalhar com eles! Sao pessoas praticas, simpaticas, descomplicadas, divertidas... enfim, facilitam verdadeiramente a vida a quem tem que "tomar conta deles"!

Impressoes sobre o Conselho Europeu III

Gordon Brown, por muito que faça, nunca sera Tony Blair...

Impressoes sobre o Conselho Europeu II

Isto de trabalhar na Missao Presidencia e andar habituada aos batedores comeca a tornar-se grave quando passamos a achar estranho parar nos sinais encarnados...

Impressoes sobre o Conselho Europeu I (num teclado sem acentos)



Ja temos Tratado de Lisboa! Ao fim de varias horas, de muitos nervos, de muitas reunioes bilaterais, de muitas negociacoes e de muito empenho por parte da Presidencia Portuguesa, temos Tratado. Sera formalmente assinado em Lisboa a 13 de Dezembro de 2007.

Nao sei bem explicar, mas para mim, que acredito na Uniao Europeia, e uma sensacao fantastica esta de saber que estive presente (e fiz parte) de um momento historico do processo de integracao europeia! Ao mesmo tempo, tambem nao deixa de ser um orgulho ver este Tratado aprovado em Portugal, durante a Presidencia Portuguesa do Conselho, com um Presidente Portugues da Comissao Europeia e saber que, de hora em diante, a Uniao se ira reger pelas regras do Tratado de Lisboa!

Apreciacoes mais concretas sobre o Tratado (na sua substancia) ficarao para mais tarde, e com acentos!

terça-feira, outubro 16, 2007

Músicas SLIH



Completamente SLIH, esta música de Madonna, ou não sintetizasse ela o pensamento deste blog, presente desde o seu primeiro post: like it, or not! Por isso mesmo, daquele endereço meio esquisito (que é o deste BLOG, desde o início) aparece algo do género Some Like it Hot (and some like it not), numa tentativa de contornar o óbvio problema do simples e eficaz Some Like it Hot estar já ocupado! Mas mesmo assim, mesmo sendo uma escolha B, houve uma razão para ficar assim, uma postura de princípio que se pode resumir, muito simplesmente, ao refrão deste «Like it or Not»:

This is who I am
You can
Like it or not
You can
Love me or leave me
Cus I'm never gonna stop
No no

Cimeira de Lisboa



Enquanto os nossos políticos se preocupam (ou deveriam preocupar) com os resultados da Cimeira de Lisboa, no que respeita ao Tratado Reformador, os meus objectivos pessoais eram bem mais prosaicos: conhecer Tony Blair.

Porém, atenta a "passagem de pasta" no Reino Unido, os meus projectos saíram totalmente gorados, esperemos que os da 'Presidência' não sigam o mesmo caminho.

Será que a 'boa-vida' é pecado?

Uma tarde muitíssimo bem passada entre o Museu Berardo, uma esplanada à beira rio e uma loja de roupa de bebé, em Campo de Ourique, numa vida autenticamente de 'dondoca' que não podia saber melhor... final do dia na Lapa, esse bairro tão castiço da nossa cidade, e jantar muito agradável num restaurante bastante recomendável.

É por causa de dias de dolce far niente, como este, que eu não compreendo aquelas senhoras que lutaram pelo voto, que queimaram soutiãs e exigiram direitos iguais. Nós mulheres não seríamos muito mais felizes quando tínhamos um homem a ganhar mais do que nós tínhamos capacidade de gastar, criadas para tratarem da casa, amas para tratarem das crianças, amigas com quem tomar chá e artes várias que nos mantinham entretidas?

Enfim, pensando de outra maneira, talvez dias assim só sejam verdadeiramente especiais porque são raros, caso contrário que tédio seria a nossa vida sem um prazo a correr, uma reunião sem previsão de acabar, um telefonema inusitado (de trabalho) ou um contrato para fechar!

domingo, outubro 14, 2007

Sex and the City, the Movie



Sapatos (Manolo Blahnik, de preferência), carteiras, cintos, saias, vestidos, óculos, lenços, calças ou coletes, tudo dernier cri e highly fashionable (high heels and high life), estão de volta neste Sex and the City, agora em filme, que promete ser mais um espantoso show de roupas, acessórios e sapatos, na mais fabulosa cidade do mundo, com as mulheres mais famosas da Big Apple!

E ao que parece, além de ser o deleite para quem gosta de "trapos" e das eternas aventuras do quarteto na terra dos homens, este SATC também trará a novidade da época para os hopeless romantics, já que fará Carrie subir, finalmente, ao altar com o seu eterno on/off lover Mr. Big!

Aguardemos, pois, já que a estreia está prevista para Maio!

Eu hoje acordei aqui


Hôtel de la Paix, Combodia

Nada melhor do que um SPA para recuperar energias perdidas...

Emergency Room



Passei ontem pelas Urgências* e não encontrei nenhum destes senhores...




Muito menos este... mas vim com ordem para tomar antibióticos, just the same!

sexta-feira, outubro 12, 2007

Cultura à sexta



Começou ontem mais uma edição da ModaLisboa (que adopta este ano a designação ModaLisboaEstoril), em Cascais, mais uma vez com o programa recheado de boas surpresas vindas dos designers Portugueses!

O tema escolhido para esta 29.ª edição, Move, é «símbolo de movimento e da mudança da iniciativa de Lisboa para Cascais», e parte de uma parceria entre a Associação ModaLisboa, a Câmara Municipal de Cascais e a Junta de Turismo da Costa do Estoril, que fará com que, durante as próximas 5 Edições, a ModaLisboa se mude para Cascais.

Mas a ModaLisboaEstoril não é só feita de desfiles, sendo retomado nesta edição o showroom «Fashion and Must- Haves» - «moda e objectos que permitem uma venda integrada e transversal» -, um espaço comercial dedicado a profissionais do sector, e realizam-se pela primeira vez os off-rooms.

PROGRAMA

QUINTA, 11 DE OUTUBRO
19h00 - Luís Buchinho
20h00 - aforest-design
21h00 - Katty Xiomara
22h00 - Filipe Faísca

SEXTA, 12 DE OUTUBRO
18h30 - L’Oréal Professionnel by Lúcia Piloto
19h30 - Dino Alves
20h30 - Isabela Capeto
21h30 - Alexandra Moura
22h30 - Miguel Vieira

SÁBADO, 13 DE OUTUBRO
12h00 - José António Tenente
15h30 - Ana Salazar
16h30 - Pedro Mourão
17h30 - White Tent (Ei Ei Kyaw, Evu Tabakova e Pedro Noronha-Feio)
18h30 - Aleksandar Protich
19h30 - Lidija Kolovrat
21h00 - Lion of Porches
22h00 - Maria Gambina

DOMINGO, 14 DE OUTUBRO
15h00 - Lara Torres
16h00 - Ricardo Dourado
17h00 - Nuno Gama
18h00 - Anabela Baldaque
19h00 - Ricardo Preto
20h00 - ADD.UP - Osvaldo Martins
21h00 - Nuno Baltazar

Pensamento do Dia



«Being a bachelor is not really important. What is important, though, is not to be "unhappily" married


George Clooney

quinta-feira, outubro 11, 2007

Does the devil wear Prada?



Nada como ver um filme pela segunda vez para melhor perceber o seu 'plot', sobretudo quando tantos acessórios (Prada, Hermès, D&G, Chanel, etc...) nos desviam, faltalmente, a atenção da história principal.

Pois bem, conclusão a que cheguei: o 'diabo' até pode vestir Prada (e ser elegantérrima) mas não é assim um diabo à seria, afinal de contas até tem um lado humano (e um fino sentido de humor) e não faz maldades como seria de esperar num Diabo! Ou seja, é o que todas nós meninas queremos ser quando formos grandes: chiquetérrimas, poderosas, bem sucedidas e dirigir uma revista de um gabinete fabuloso na Park Avenue (também pode ser na Madison ou na 5th)! E, já agora, quando se têm uns Manolo Blahnik nos pés e uma Prada nas mãos, o que mais pode interessar nesta vida?

Depois, a "menina-que-diz-que-não-gosta-de-moda-mas-passa-o-filme-a-vestir-couture" é mesmo uma tonta que troca um emprego de sonho (onde até é competente e respeitada) e um homem de sonho (que além de giro é inteligente, duas qualidades que raríssimas vezes Deus junta numa mesma pessoa) por um empregozito e um pasteleiro (ou cozinheiro, facto que não releva para aferir o grau de estupidez da senhora) tudo em nome de uma pretensa moralidade que, na verdade, não tinha, porque quando foi preciso passar para trás a First Assistent, ela não hesitou um segundo em faze-lo! Apenas não aguentou enfrentar a dura realidade: tinha-se vendido e estava a gostar do novo mundo!

E é mesmo aqui que reside a moralidade do filme: todas as pessoas são capazes de acções menos bonitas. Poucas porém são capazes de o assumir e viver com isso. As que o fazem vestem Prada, as outras ficam-se pela Zara...

quarta-feira, outubro 10, 2007

Real life sucks...



Um filme onde o crime compensa e onde não existe o menor traço de moralidade nem de julgamento sobre o bem e o mal. A personagem central é um homem ambicioso o suficiente para casar, sem amor, com a filha do patrão; obcessivo o suficiente para não se conseguir desligar de uma arriscadíssima relação com a ex-futura-cunhada americana; frio o suficiente para matar vítimas inocentes, sem o menor traço de culpa; e inteligente o suficiente para, no meio de tudo isso, construir uma carreira de sucesso!

Sem dúvida que estamos perante um filme amoral (mas uma excelente imitação da vida real) onde o vilão acaba bem, a menina bem comportada fica com um marido assassino e infiel e a amante é morta a tiro de caçadeira...

domingo, outubro 07, 2007

Eu hoje acordei aqui


Trump International Hotel & Tower, Chicago, USA


Na cidade dos gangsters e fora da lei em geral, ou seja, a melhor das companhias para uma advogada!

sábado, outubro 06, 2007

Mudam-se os tempos...



Enquanto eu fazia 5 anos, lá longe, nos Estados Unidos, um rapaz meio desconhecido e muito feioso já aparecia em campanhas de solidariedade. 20 anos depois, o rapaz é nada mais nada menos que THE SEXIEST MAN ALIVE e eu a sua 'wife to be'...



(Keep dreaming girl!!!!!!)

Pensamento do dia*

As pessoas deviam ser como os produtos financeiros, tailormade!




__________________________
* Sim, nos últimos tempos tenho andado muito pensadeira... será do tempo ou da idade?

Fim do Verão



O calendário diz-me que o verão acabou no dia 23 de Setembro, dia do equinócio de outono, mas não me decidi ainda se assim foi, de facto... Ainda a semana passada, em Évora, estavam autênticos dias de verão, e esta semana em Lisboa apanhei chuvadas dignas de um Inverno dos mais rigorosos... os defensores de Al Gore lá atiram com a teoria do aquecimento global enquanto os ambientalistas apontam o dedo aos nossos excessos como desculpa para a desregulação das estações!

Porém, independentemente do que marca o calendário ou os termómetros da cidade, psicologicamente, com o fim de Setembro, já começou o outono e começa a contagem decrescente para o Natal. As crianças voltam à escola, o trânsito torna-se novamente caótico, as montras trazem-nos as novas tendências da season, as botas e os lenços começam a teimar em sair do armário, os chapéus de chuva tornam-se acessórios quase obrigatórios, os meninos amontoam-se novamente no Metro com mochilas carregas de livros... volta a rotina dos dias de trabalho intermináveis e das noites que chegam mais depressa e mais frias, e com esta rotina vêm outras, que abandonamos no verão: as conversas demoradas à volta de uma chávena de chá, as idas ao cinema depois das 9, as aulas ao fim da tarde, as escapadelas de fim de semana a aproveitar os feriados, enfim, toda uma infinidade de coisas que sofre uma pausa no verão mas se retoma, ano após ano, com o entrar de Setembro... e para trás ficam as memórias de mais umas férias e de mais um verão!

E com o outono chegam também as saudades de outros invernos e de outras cidades, e para mim as saudades do outono em Londres, quando o frio já chegou, as lojas já se enfeitaram e a City já voltou a fervilhar com os negócios que se fecham a cada minuto!

No reservations



Quando a comida se torna pretexto para o romance, temos uma comédia romântica de sábado à tarde, engraçada e lamechas q.b., com uma banda sonora que se recomenda. Sem reservas!

sexta-feira, outubro 05, 2007

Cultura à sexta



«A casa que os Maias vieram habitar em Lisboa, no Outono de 1875, era conhecida na vizinhança da Rua de S. Francisco de Paula, e em todo o bairro das Janelas Verdes, pela Casa do Ramalhete, ou simplesmente o Ramalhete

Assim começa a obra, «Os Maias - episódios da vida romântica», de Eça de Queiroz, abrindo o apetite para as mais de 600 páginas de narrativa densa, na qual a história da personagem principal, Carlos Eduardo da Maia, se entrelaça com os episódios da vida romântica, onde o autor se permite a crítica social ao ambiente e aos costumes da época, algo que Eça fazia como nenhum outro autor do realismo!

«Os Maias» mais do que uma história sobre o amor impossível e trágico de Carlos e Maria Eduarda é um retrato fabuloso de um certo Portugal elitista e balofo, ao mesmo tempo que profundamente provinciano e tacanho, que Eça, com a sua exemplar escrita, não poderia deixar de expor, com todos os seus vícios e falhas, como faz magistralmente nos episódios, por exemplo, do Sarau no Teatro da Trindade, das Corridas de Cavalos no Hipódromo de Belém ou do Jantar no Hotel Central, todos eles momentos em que as personagens centrais se cruzam com 'figurantes' que representam a suposta elite cultural, social e política do Portugal da Regeneração.

Acresce que, para além da crítica social e da intriga principal, «Os Maias» atravessam 67 anos da história de Portugal, começando nos tempos do absolutismo em que Caetano da Maia (bisavô) vivia e acabando em 1887, em época de pré Bancarrota e Ultimatum, quando Carlos e João da Ega, já apresentados como dois "vencidos da vida" percorrem o Chiado e os Restauradores e percebem que Portugal estava velho e decrépito, envolto em brumas. É um Portugal que, na óptica de João da Ega, a voz crítica dentro da obra, vive da aparência e da imitação do estrangeiro, mas que não conhece a modernidade nem anseia por ela. Desta forma Eça de Queiroz acompanha praticamente todo o século XIX Português, fazendo d' «Os Maias» um verdadeiro documento histórico e testemunho de uma época.

«Os Maias» foram pela primeira vez publicados em Junho de 1888, em dois volumes, permanecendo até hoje como um dos grandes títulos da narrativa portuguesa, e hoje em dia podem ser facilmente descarregados da Internet, provando que as grandes obras não apenas resistem ao tempo e às tecnologias como as acompanham!

quinta-feira, outubro 04, 2007

Pensamento do dia



Não existem romances impossíveis, apenas agendas difíceis...

Posts em atraso - cinema



Recentemente vi 2 filmes que não posso deixar de recomendar, mas curiosamente apenas postei sobre aquele que não gostei... curiosidades da vida de uma blogger que anda muito negligente na postagem...

Pois bem, «The Bourne Ultimatum» e o «Stardust» são dois filmes que, por motivos diversos, são imperdíveis! Enquanto que o primeiro é um thriller frenético com (mais) uma interpretação genial de Matt Damon, o segundo é um conto fantástico (no sentido da fantasia) sobre o poder transformador do amor, em que vemos Robert de Niro como nunca o imaginámos!

São, portanto, 4 horas (mais coisa menos coisa) de entretenimento de qualidade que não vão, concerteza, defraudar expectativas!

Once upon a dream



«And the dreams that you dare to dream really do come true...»

quarta-feira, outubro 03, 2007

Artistas SLIH



Um dos meus actores preferidos de sempre é Clark Gable, o dono do sorriso mais cínico de Hollywood e dos olhares mais desarmantes do cinema. Nunca consegui decidir se Clark Gable era bonito ou apenas dono de um magnetismo pessoal invulgar... mas a beleza, de facto, em nada interfere com o charme e a presença avassaladora no ecrã que tinha esta lenda do cinema, para sempre eternizado como o cínico e apaixonado Rhett Buttler.

Nunca mais nenhum outro actor soube ser, ao mesmo tempo, frio e cativante, mal-criado mas sofisticado, pouco cavalheiro mas imensamente sedutor...

Nascido em 1901, cedo se tornou uma shining star em Hollywood, nos anos 30, conquistando audiências com o seu perfil sedutor, viril e provocador. Depois de «Gone with the wind» onde deu a vida a Rhett Buttler (nenhum outro actor o poderia ter feito como Gable) foi 'coroado' o Rei de Hollywood, mantendo-se como um dos mais requisitados leading men até à sua morte, em 1960, quando filmava «The Misfits».

Fusos Horários

Eu já estou que não me aguento com a variedade de fusos horários com os quais sou obrigada a lidar... Quando eu me estou a deitar está o Di a levantar.se e quando o Di se vai deitar (a esta hora) está o João, mais ou menos, a levantar-se...

Como é que uma loura se pode orientar com amigos nos 4 cantos do mundo???