sexta-feira, dezembro 30, 2005

Some Like it HOT

despede-se de 2005 com estilo...

Image hosted by Photobucket.com

E agora, se não se importam....

vou-me aprontar para a festa.........

Image hosted by Photobucket.com

APRESENTAÇÃO DE CONTAS - 2005*

O final do ano é o momento para fazer balanços... à semelhança do que fiz em 2004, deixo aqui o meu balanço pessoal do ano que está quase a terminar, com vários items que julgo poderem caracterizar o meu ano:

Sentimento do Ano: a ALEGRIA. Alegria, magia, humor e boa disposição... claro que temperada com momentos de angústia, de tristeza, de raiva... mas essencialmente o sentimento do ano foi a alegria! Quantas gargalhadas terão ecoado este ano, a propósito e a despropósito, com ou sem razão, mais ou menos altas! Risos, sorrisos e muitas, muitas gargalhadas... Alegria de viver, alegria por conhecer pessoas fantásticas, alegria de aprender coisas novas, e, sobretudo, alegria por ser exactamente assim como sou!!!!!!!

Música do Ano: Come what May, no escritório, em casa, no carro... Música para todos os momentos... sempre!

Filme do Ano: Este ano não trouxe grandes novidades em termos de filmes... não houve assim nenhum que tenha amado e que possa dizer que foi o meu filme do ano! Houve vários de que gostei, que foram boas horas de entretenimento mas nenhum que mereça o prémio de o mais de 2005! Mas só para não pensarem que ‘advogada estagiária’ não vai ao cinema, aqui ficam 5 filmes que marcaram, cada um à sua maneira, o meu ano cinéfilo:

1. Alfie e as Mulheres
2. Charlie e a Fábrica de Chocolates
3. Closer
4. Harry Potter
5. O Fiel Jardineiro

Cidade do Ano: Lisboa... a nossa Lisboa! Para quê procurar mais longe se aqui temos tudo o que podemos desejar????

Facto único do Ano: O meu momento ‘chorona’ do ano, no dia 14 de Fevereiro quando Paulo Portas se demitiu do CDS. Ficará para sempre na minha memória e nas cassetes da TVI! Nesse dia fiquei famosa!

Descoberta do Ano: O mundo dos registos, das sociedades e da infindável burocracia da Justiça... não é necessariamente uma boa descoberta, mas foi aquela que mais me marcou neste 2005!

Momento Non-Sense do ano: Aeroporto de Bruxelas, Novembro de 2005... uma passageira de uma companhia low cost (no caso eu) pergunta à senhora do check in, com um ar perfeitamente sério e grave, se seria possível um empregado levar a sua mala ao avião pessoalmente porque ela tinha medo que a dita mala se abrisse se fosse levada pelas vias normais. Isto é real, aconteceu mesmo.... é por estas e por outras que eu sou a Bizinha, única e inimitável!

Fixação do ano: o meu BLOG. Amo-o. Adoro-o. Acho-o perfeito. Só não caso com ele porque o governo ainda não aprovou uma lei que permita casamentos entre pessoas e blogs!

Surpresa do ano: a “minha” Catarina que aos dois meses já conseguiu enfeitiçar a família toda!

Paixão do ano: este foi um ano apaixonado, sem dúvida! Paixões mais sérias, paixões adolescentes e paixões platónicas, paixões por coisas e paixões por pessoas, paixões duradouras e paixões fugazes... paixões.... muitas, porque o importante é vivermos apaixonados pela vida!

Irritação do Ano: O que a SIC fez à série «Desperate Housewifes» que mudou de horário tantas vezes que eu não percebi o fim da história! Também poderia falar das “hojas de tiempos” esse inferno diário... e dos dias de chuva... e dos passeios sujos... e das pessoas más... e da ordem dos advogados... e do MÁRIO SOARES. Mas é final do ano... pensemos apenas nas coisas boas e nos momentos felizes!

Susto do ano: A janela! A bendita janela que atormentou as minhas férias de verão! ;)

País do ano: Inglaterra, mais uma vez! No Verão ou no Inverno, sozinha ou acompanhada, com sol ou com chuva, em Londres ou no countryside! Isto é amor... para toda a vida!

Imagem do ano: quatro meninas, lindas e fashion, no meio de Bragança “ avec ses valises” chiquetérrimas à deriva, sem autobus ou cavalheiro em cavalo branco. De antologia, sem dúvida!

Ideia Genial do Ano: escrever um livro! SURPRESINHA PARA 2006!

Personalidade do (meu) ano: EU. Eu sei que sou uma egocêntrica INSUPORTÁVEL mas ao menos assumo que me adoro! Aliás, se eu não me adorasse não poderia gostar de mais ninguém, já que eu sou a pessoa mais perfeita que eu conheço!

E assim se encerraram as contas de 2005...

E depois deste momento de perfeito non sense, bem ao estilo Babe BI, apenas me resta desejar a todos - MENOS AOS TERRORISTAS E ÀS PESSOAS MÁS EM GERAL - um grande, GRANDE 2006 e conto voltar a encontrar-vos, a todos, nesta minha que é a vossa casa já no próximo ano!


UM GRANDE 2006!!!!!!!!!!


* Facto não sujeito a registo!

Momento Intiminista do dia *

Porque será que eu nunca tive um diálogo assim... ou assim????

Será que a bonequinha ali do canto é tão fiel ao original que não permite confusões bloggosféricas ou, pior, será que o SLIH é realmente 'a minha cara'????????

Mas se algum dia alguém comentasse a imagem que fazia da SLIH sairia, muito provavelmente, alguma coisa do género:

«- Tu é que és a Beatriz do SLIH
- (encolhendo a barriga e endireitando as costas - e fazendo o meu melhor sorriso) Sim, sou eu mesma.
- Eu achava que devias ter aí uns 17 anos!»



________________________________
*Título roubado ao Adolfo!

quinta-feira, dezembro 29, 2005

quarta-feira, dezembro 28, 2005

terça-feira, dezembro 27, 2005

E para 2006 VII

Um novo visual para o SLIH, como não poderia deixar de ser!!!!!!!!!!!!!!

E para 2006 VI

Vai um Golpe Constitucional?

E para 2006 V

Será que é desta que voto para PR??????????

E para 2006 IV

Resolução (à séria) para o ano novo: tirar a carta!

E para 2006 III

Entrarei, finalmente, na Ordem*......... mas agora como Advogada!

E para 2006 II

Os anos acabados em seis sempre foram anos de mudança... quer dizer, só os a partir de 86, porque do 76 ainda não reza a minha história!

E para 2006

Temos um ano par o que é um bom começo!

Balanço

Com o fim do ano a aproximar-se chega a altura de fazer o balanço do nosso ano e verificar se estamos em situação de défice de tristeza, de angústia, de má disposição, de irritação e em superavit de alegria, felicidade, esperança, confiança.............

É isso que o SLIH irá fazer... esperem por dia 31 e terão a apresentação de contas do SLIH, ainda que não sujeita a registo*! ;)

__________________
* Piada sem a mínima graça para ser entendida apenas por advogados! (Ao que eu cheguei!)

Será que ouvi bem???

Isto é um não parar de aprender coisas novas sobre o meu partido com os candidatos presidenciais!

_______________________
*Eu não queria dizer que estas declarações se devem à idade... mas se o Soares nem sequer é louro..........................

segunda-feira, dezembro 26, 2005

O peso do Estado

A melhor forma de perceber o peso do Estado é andar na rua em dia de tolerância de ponto: parece Domingo!

E viva o Sector Privado! E viva os profissionais liberais!

sexta-feira, dezembro 23, 2005

quinta-feira, dezembro 22, 2005

Killer Queen

Image hosted by Photobucket.com

She keeps Moet and Chandon in her pretty cabinet
'Let them eat cake' she says, just like Marie Antoinette
A built in remedy for Khrushchev and Kennedy
And anytime an invitation you can decline
Caviar and cigarettes well versed in etiquette
Extr'ordinarily nice

She's a killer queen gunpowder gelatine, dynamite with a lazer beam
Guaranteed to blow your mind... (anytime)
Recommended at the price Insatiable an appetite (wanna try?)

To avoid complications, she never kept the same address
In conversation, she spoke just like a baroness
Met a man from China went down to Geisha Minah
Then again incidentally if you're that way inclined
Perfume came naturally from Paris (naturally)
For cars she couldn't care less, fastidious and precise

She's a killer queen gunpowder gelatine
Dynamite with a lazer beam, guaranteed to blow your mind (anytime)
Recommended at the price, Insatiable an appetite (wanna try?)

Drop of a hat she's as willing as a playful as a pussy cat
Then momentarily out of action, temporarily out of gas
To absolutely drive you wild, wild
She's out to get you
She's a killer queen gunpowder gelatine
dynamite with a lazer beam, guaranteed to blow your mind (anytime)
Recommended at the price, insatiable an appetite (wanna try?)

O Regresso do Rei*

Depois da declaração de amor que deixei aqui ontem à noite, não é que o meu Viggo apareceu lá em casa???? Veio um bocado fora de horas e trazia uns seres estranhos a acompanhá-lo... mas mesmo assim foi um prazer revê-lo!


* Por acaso foi as Duas Torres, mas para o título ter graça tinha que ser aldrabado!

quarta-feira, dezembro 21, 2005

Sobre o casamentos entre pessoas do mesmo sexo

Depois deste grande passo, dado no Reino Unido, eu tenho a ousadia de perguntar para quando admitir o casamento de uma pessoa consigo própria?

Para tanto será preciso alterar o artigo 261.º do Código Civil bem como a noção constante do artigo 1577.º, mas isso não é nada perto da conquista social que será admitir o casamento de uma pessoa consigo própria! Afinal esta é a ultima barreira a ser destruída e uma causa que o Bloco de Esquerda deverá acarinhar! É a liberdade de uma pessoa se amar a si própria que está aqui em causa. O Direito Fundamental ao amor-próprio!

Eu própria, apesar de ser um bocado conservadora nestas coisas do casamento (insisto em gostar de homens), devo confessar que este passo é aliciante... afinal, haverá no mundo pessoa com quem eu mais gostasse de passar o resto da minha vida do que eu própria??????????? (Claro que isto se não contar com o George Clooney ou com o meu "you know who", obviamente!)

LLLLLLLLLLLLLLLLLOOOOOOOOOOOOOOLLLLLLLLLLLLLLLL

terça-feira, dezembro 20, 2005

Eu até dava 10% das visitas do SLIH para saber...

... o que os amigos do Soares diziam de Cavaco!

Impressões e conclusões sobre um debate

Soares ainda não deve ter percebido qual o papel dele nesta campanha... ele não assume a posição de candidato mas a de juiz do passado de Cavaco o que muitas vezes chega a dar a imagem de alguém ressabiado e muito frustrado com as perspectivas que tem pela frente. Pode ser só da idade....


Cavaco sabe bem o que quer e para onde vai e por isso é directo, frontal e elegante. Fala das suas ideias, expõe com clareza o que pretende para o país e não entra na guerrilha verbal com o ansião que perdeu o tino e até foi capaz de sorrir, coisa que nunca tinha visto!

Assim sendo, se me perguntarem quem ganhou, não posso ter dúvida em dizer que foi Cavaco. Quem ataca da forma mesquinha como Soares atacou, não pode estar tranquilo e sereno. Só por isso passa a ideia de quem já perdeu. Além do mais, acho que ao invés de atrapalhar o caminho de Cavaco, Soares apenas conseguiu passar, mais uma vez, uma triste imagem de si próprio...

Se, pelo contrário, me perguntarem se Cavaco me convenceu, também não tenho dúvidas em dizer que não!

Contradições

Soares disse que Cavaco, por ser arrogante e interventivo era um perigo porque poderia dissolver a Assembleia.
Não percebo a lógica... afinal foi o presidente mais apagado e mais insonso da história que dissolveu uma maioria absoluta!

Eu juro que não queria falar mal....

...mas é tão triste descobrir, com Cavaco, que afinal eu sou apenas militante «do outro partido que o apoia»...
Qual CDS, qual Partido Popular, qual CDS-PP... hoje somos apenas o OPQAC, ou seja, "o outro partido que apoia o Cavaco"!

1 x1=1, 1x2=2, 1x3=3 ...................................

Soares questiona Cavaco sobre a cidadania global, a diáspora Portuguesa e até literatura. Eu sugiro que numa próxima ronda de debates Soares comece a questionar Cavaco sobre os rios, as serras e até sobre as capitais de distrito. E, já agora, que no último dia de campanha submeta o candidato ao exame da antiga 4.ª classe.


Só assim os Portugueses podem saber se Cavaco está realmente preparado para o exercício do cargo de Presidente!

O espírito natalício é a coisa mais linda!

«Vim aqui porque é Natal, desejar a todos boas festas com a minha presença. É um gesto que significa que há um tempo novo que está a começar».

Pedro Santana Lopes, hoje, no Parlamento

O emplastro...



Apareceu outra vez!!!!!!!

The jungle book

Image hosted by Photobucket.com

Eu, na minha melhor toilette tigresse, pronta para assitir ao debate Soares vs Cavaco. É que o momento impõe uma certa solenidade!
;)

O teu espaço

O meu querido amigo anteriormente conhecido por «Dahh» (parece a história do «the artist formerly known as Prince») mudou o seu BLOG por completo e surgiu com um novo nome e com um novo visual, muito mais adequado ao seu actual momento.
Querido «EU», eu não espero nada de ti a não ser que escrevas, porque é sempre um prazer ler-te e sentir-te por perto na bloggosfera!
Por isso bem regressado sejas e continua por ai, no teu espaço, a fazer deste 'nosso espaço' um local melhor!

The Human Nature




And I'm not sorry I'm not sorry
It's human nature it's human nature
And I'm not sorry I'm not sorry
I'm not your bitch don't hang your shit on me it's human nature

You wouldn't let me say the words I longed to say
You didn't want to see life through my eyes
Express yourself, don't repress yourself
You tried to shove me back inside your narrow room
And silence me with bitterness and lies
Express yourself, don't repress yourself

Did I say something wrong?
Oops, I didn't know I couldn't talk about sex
I musta been crazy
Did I stay too long?
Oops, I didn't know I couldn't speak my mind
What was I thinking

You punished me for telling you my fantasies
I'm breakin' all the rules I didn't make
Express yourself, don't repress yourself
You took my words and made a trap for silly fools
You held me down and tried to make me break
Express yourself, don't repress yourself

Did I say something true?
Oops, I didn't know I couldn't talk about sex
I musta been crazy
Did I have a point of view?
Oops, I didn't know I couldn't talk about you
What was I thinking

Express yourself, don't repress yourself
Express yourself, don't repress yourself


I'm not apologizing
Would it sound better if I were a man?
You're the one with the problem
Why don't you just deal with it

Would you like me better if I was?
We all feel the same way
I have no regrets
Just look in the mirror

I don't have to justify anything
I'm just like you
Why should I be?
Deal with it!

Madonna, Erotica

Pensamento do dia

Image hosted by Photobucket.com

Porque a vida não é feita para perdedores!

segunda-feira, dezembro 19, 2005

Pensamento do dia

Image hosted by Photobucket.com

Porque há que correr riscos... há que viver sem medo e lutar por aquilo em que se acredita, ir sempre até ao fim! Se assim for, no final do jogo podemos até perder, mas pelo menos tentámos e as lágrimas serão então de tristeza e não de frustração!

O meu momento relax do dia...

Image hosted by Photobucket.com

Porque depois de dois dias muito puxados, nada melhor que fazer a nossa melhor produção e descontrair com estilo!
Ah pois é, bébé!

De Lisboa a Bragança foram 12 horas de viagem...

Ainda estou de ressaca da viagem, com a coluna que parece um caracol e com sono em atraso que equivale a pelo menos 4 dias....
De qualquer forma o fim de semana valeu a pena.... apesar do frio, apesar da camioneta, apesar do sono, apesar das cenas macacas, apesar da directa de sábado para domingo, apesar ... apesar ... apesar ...
Em Bragança, a JP mostrou que está viva e de saúde, que sabe o que quer e para onde vai, que tem uma liderança empenhada e determidada, que sabe discutir e divergir, mas que também sabe unir.
E terminando à laia de congresso: Viva a JP! Viva Portugal!

O primeiro presente de natal do SLIH

Foi «O Acidental» que nos deu, em forma de post e com a já habitual simpatia do PPM!

Querido Paulo, foi com muito gosto que estive na festa do Acidental, na qual conheci muitos dos nossos ilustríssimos bloggers pessoalmente e onde era apresentada como a «Some Like it Hot» e não como a Beatriz, o que era um bocado estranho! ;)

domingo, dezembro 11, 2005

Pensamentos de domingo à noite


Não fosse a "Pangea" e nós hoje estávamos em New York!

Soares já não é fixe!

Mário Soares foi agredido em Barcelos por um ex-combatente.

Mudam-se os tempos. Mudam-se as vontades!


Ontem fui ver o «Fiel Jardineiro» que não apenas é um thriller muitissimo bem feito como um filme que não nos deixa indiferentes, na medida em que nos confronta com a duríssima realidade do continente africano, a realidade que nós (eu, pelo menos) desconhecia... uma realidade brutal na qual uma vida não vale nada. Uma realidade em que as pessoas são apenas números e que o nosso mundo (apesar da cooperação e da ajuda ao desenvolvimento) prefere não ver e fingir que não existe!
Um filme que nos deixa a pensar depois de sairmos do cinema... um filme que nos mostra aquilo que nenhum telejornal ou conferência consegue transmitir. Só por isso para mim valeu a pena, para me por a pensar!

Template de Natal

O SLIH inaugura hoje a sua época natalícia com uma nova cara, mais adequada à quadra!

Aguardo comentários para além do aplauso geral da comunidade dos bonecos de neve!

Image hosted by Photobucket.com

quinta-feira, dezembro 08, 2005

It's a kind of magic

Image hosted by Photobucket.com

É PURA MAGIA!

Este Natal, a Disney traz-nos uma história fantástica pronta a encantar NARNIA, de C.S.Lewis.

Para quem gosta de histórias de fadas, duendes, centauros, gigantes, e toda a espécie de criaturas mágicas...

Para quem tem consigo, sempre, o pó de fada...

Para quem se deixou encantar pela mais fantástica das histórias, «O SENHOR DOS ANÉIS»...

Para quem acredita que a magia pode acontecer, em qualquer lugar...

Image hosted by Photobucket.com

terça-feira, dezembro 06, 2005

Exames!

O Ministério da Educação anunciou que vai reduzir o número de exames do 12.º ano, sendo que Português e Filosofia deixarão de ser exames obrigatórios para quem quer acabar o secundário e entrar na Universidade. Surpreendentemente, toda a gente se espantou!

Sinceramente, eu não percebo o espanto! Afinal, hoje em dia quem precisa de saber português? Se nos andamos a vender aos bocados aos espanhóis, mais vale introduzir um exame de espanhol ad hoc antes do primeiro emprego!

Quanto à Filosofia, desde os tempos de Sócrates I que se percebeu que isso era coisa de maricas e uma perversão da juventude. É bom que acabe de vez. Afinal a escola é para educar ou é para perverter????

Assim sendo, só não digo que concordo com o Governo porque acho que ainda é pouco...

Já que o ME está numa acabar com exames, devia acabar de imediato com os exames de História, Latim, Matemática e Francês! Afinal de contas, duas já são línguas mortas, outra é o estudo sobre as acções de gente que já morreu (mais vale ler a Caras!) e a Matemática, enfim, é aquela coisa que ninguém percebe e que nos leva para o fim das estatísticas sempre que se fazem comparações a nível europeu.

O único exame a manter é o de Biologia sendo, no entanto, substituido por uma prova de conhecimentos gerais de Educação Sexual feito pela APF e aprovado pelas associações gays.

Só assim teremos a educação que merecemos!
_____________________________________
* Isto é uma CARICATURA, porque com este Ministério da (DES)Educação é mesmo rir para não chorar!

domingo, dezembro 04, 2005

4 de Dezembro de 1980

Passam hoje 25 anos da morte de Francisco Sá Carneiro e de Adelino Amaro da Costa. Eu não conheci nenhum, não era sequer nascida a 4 de Dezembro de 1980, e apesar de não ter a menor memória de nenhum deles, nenhum me é uma figura indiferente. Podem ser distantes, quase figuras históricas que nunca fizeram parte do meu ‘universo’, mas não me são indiferentes. Sobre eles tenho o testemunho directo daqueles que os conheceram, o conhecimento da história e as suas imagens, discursos, textos...

Amaro da Costa é, até hoje, uma referência do CDS, partido a que pertenço e através do qual aprendi a conhecer e a respeitar este nosso fundador. Homem de uma inteligência brilhante, parlamentar como não havia outro, provavelmente o nosso melhor ministro da defesa no século XX! Referência de honestidade, inteligência, capacidade política, dotes oratórios, coragem e determinação. Um líder, sem dúvida.

Quanto a Sá Carneiro, fundador do PPD/PSD, tenho que confessar que a sua história me inspira e que, se fosse possível saber o que eu teria pensado em 1975, se na altura já fosse nascida e tivesse consciência política, muito provavelmente teria sido fascinada pela personalidade política de Sá Carneiro, como tantos outros jovens à época. Mas nunca saberei.

Apenas posso saber, e isso a história ensina e o testemunho daqueles que os conheceram confirma, que eram dois grandes vultos na política portuguesa. Dois homens que tinham a força e a coragem de defender aquilo em que acreditavam e de quebrar com o marasmo instalado.

Dois homens que morreram antes do tempo e sem cumprir os seus projectos para Portugal, projectos esses que nos teriam levado, concerteza, mais longe. Dois homens e dois políticos de uma dimensão que hoje dificilmente encontramos... infelizmente!

Dois homens a quem hoje presto a minha homenagem, como jovem que nunca os conheceu, mas que ainda assim os admira e sabe a importância histórica que tiveram e o importante legado que nos deixaram.